Resenha: Lugares escuros, de Gillian flynn 3
Sem categoria

Resenha: Lugares escuros, de Gillian flynn

O acusado do crime foi seu irmão mais velho, que acabou condenado à prisão perpétua.

Desde aquele dia, Libby passou a viver sem rumo. Uma vida paralisada no tempo, sem amigos, família ou trabalho. Mas, vinte e quatro anos depois, quando é procurada por um grupo de pessoas convencidas da inocência de seu irmão, Libby começa a se fazer as perguntas que até então nunca ousara formular. Será que a voz que ouviu naquela noite era mesmo a do irmão? Ben era considerado um desajustado na pequena cidade em que viviam, mas ele seria mesmo capaz de matar? Existiria algum segredo por trás daqueles assassinatos?

Gillian Flynn intercala a trajetória detetivesca de Libby com flashbacks dos acontecimentos do dia dos crimes com tanta habilidade que o leitor é levado a diferentes direções. Escrito com primor, Lugares escuros não só mostra como a memória é passível de falhas, mas também evidencia as mentiras que uma criança pode contar a si mesma para superar um trauma.

“Gillian Flynn é perfeita. Afiada, ácida, uma contadora de histórias convincente com talento especial para o macabro.”Stephen King

No mesmo estilo narrativo de Garota exemplar, Gillian Flynn te deixa desesperado, indeciso e com uma relação de amor e ódio entre os personagens. Ela intercala a história em três pontos de vista. Libby, a protagonista, e a única da família que restou. Sua mãe Patty, antes do massacre. E, finalmente, Ben, o assassino brutal e, também seu irmão. A cada capítulo escrito, eu ficava com raiva de um deles, assim como sentia muita dó.

Você sente a dor de cada um deles, seus pensamentos mais obscuros e raivosos. Libby tentou seguir sua vida, tentou esquecer. Mas como, depois que ela perdeu toda a sua família? Mas dúvidas e memórias esquecidas são ativadas, quando um apaixonado e louco por crimes bizarros entra em contato com ela, mostrando provas que ela sequer tinha conhecimento.

Obviamente que não irei contar o final, mas deixo a dúvida, será que foi Ben o responsável pelo massacre?

AviUkgKXfJEi5UywZQ2LXMLnEJ3FtuOAyOQ8fwzJFUXj

Confiram a página que a Intrínseca criou para o livro. Lá vocês poderão ler o primeiro capítulo. Acesse aqui.

Ah, e para quem ainda não sabe, “Lugares escuros” virou filme, assistam ao trailer:

 

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: Lugares escuros, de Gillian flynn 4


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Lari Azevedo
Larissa Azevedo nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Desde pequena é apaixonada por arte, cores e literatura. Formada em Design Digital, é responsável pela parte visual do Burn Book é, juntamente com o Guilherme Cepeda, autora da série de livros "Série Minha Vida", e como fuga, lê todos os livros que pode, escreve e brinca no Photoshop. Me segue lá no SnapChat: lari.luara

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Sem categoria

Leave a reply