Resenha: Predestinados, de Josephine Angelini. 5
Sem categoria

Resenha: Predestinados, de Josephine Angelini.

Resenha: Predestinados, de Josephine Angelini. 6
 
Predestinados

Autora: Josephine Angelini
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 314 

Resenha por: Guilherme Cepeda

Helen Hamilton passou a vida inteira tentando disfarçar o fato de que é uma garota diferente, mas agora, aos dezesseis anos, isso está cada vez mais difícil. Não apenas por causa de sua força sobre-humana ou porque às vezes, sem motivo aparente, pessoas estranhas simplesmente a atacam, mas também porque ela teme que seu juízo esteja seriamente comprometido. Pesadelos recorrentes com uma estranha viagem pelo deserto e a visão de três mulheres derramando lágrimas de sangue a tem atormentado noite e dia. Ao mesmo tempo, um impulso inexplicável, incontrolável, passa a dominar seus pensamentos – Helen quer matar Lucas, um dos rapazes da família Delos. À medida que descobre mais sobre sua verdadeira origem, ela percebe que a relação dos dois está submetida não só à sua vontade, mas às forças e tradições ancestrais.

Um livro que recria, nos dias atuais, um mito. Um amor proibido acompanhado de mitologia. Predestinados é um presente para os fãs de Percy Jackson que gostam de um YA com um toque de romance.

Pode o amor estar definitivamente marcado no destino de duas pessoas? E se ele for proibido? Se for amaldiçoado pelos deuses?

Helen Hamilton sempre foi mais alta, forte e diferente das outras garotas. Ela estava acostumada a ser a “estranha” e tentava passar despercebida pela multidão, ser apenas mais uma no meio de todos, até que um garoto misterioso chamado Lucas se muda para a sua cidade e as coisas começam a mudar.

Lucas é a nova atração da escola, e atrai a atenção de todas as meninas por onde passa, mas com Helen foi um pouco diferente, ela queria mata-lo apenas por sua presença junto à dela, e num acesso de raiva ataca-o no meio da escola e sai do “anonimato” tornando-se o seu pior pesadelo: ser o centro das atenções.

Josephine Angelini criou uma história baseada na mitologia, e transformou seus personagens nos antigos protagonistas dos mitos, mas nos dias de hoje. Helen é uma descendente, ou seja, ela é filha de um pai ou mãe que descende da antiga linhagem dos Deuses. A ideia de filhos de deuses e a explicação criada por Josephine é um pouco confusa, mas com o tempo alguns pontos são adicionados a trama e a lógica começa a se formar.

À medida que Helen descobre mais sobre sua verdadeira história, ela percebe sua relação relação de amor e ódio com Lucas está nas mãos do destino ligado a forças muito antigas. Mesmo com o toque sobrenatural, a proximidade entre Helen e Lucas era algo realista. Com um inicio incerto e vários obstaculos impostos durante a relação digna de um mito grego. A releitura de Josephine é muito próximo do mito original e não deixa a desejar.

Acredite, estou muito mais feliz sabendo que você é parte grega do que algo nojento como parte morcego, ou logo, ou mosquito.

A narrativa do livro é mediana, não apresenta muitas cenas de ação mas entretém o leitor na medida certa para um livro jovem-adulto. Recomendo o livro para os leitores que gostam de um YA com um toque de aventura e romance, e principalemente aos fãs de Percy Jackson que procuram um livro mais “adulto” baseado na mitologia.

Eu não me importo o quão difícil é ficar com você, nada é pior do que ficarmos separados.

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: Predestinados, de Josephine Angelini. 7







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Sem categoria

13 Comments

  1. Oi,
    Gostei da resenha, sincera..
    .É um dos livro que queria ter comprado na bienal, mas diante tantos não me convenceu… Mas confesso que estou carente de mitologia descente pós Percy Jackson e Heróis do Olimpo!

    Bjokas
    Lica
    @bookeando

  2. Só por abordar mitologia já vale acho que já deve valer a pena, mesmo que, como tenha dito, a narrativa não seja lá tão empolgante. Se eu encontrá-lo enquanto estiver passeando por uma livraria até serei capaz de levá-lo para casa.

  3. Recebi este livro sábado, agora, sinceramente, estou com medo de me decepcionar, pq estava muito ansiosa pelo lançamento.
    Vou começar a ler na próxima semana, vamos ver rs.
     
    Beijos!

  4. Sou super fã da série Percy Jackson então tenho certeza que vou amar esse.
    Já adicionei na minha lista de desejados no skoob e iria ficar muito feliz se fizessem uma promoção sorteando um exemplar que tal!
    Parabéns pelo blog e pelas resenhas são todas ótimas.

  5. Queria ler esse livro, é um dos meus desejados, porque gosto muito de mitologia grega! 🙂
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br
    My recent post Aviso

  6. A verdade é que eu não gosto desse tipo de história. Sou mais de romance. Mitologia não é muito meu campo. Não li Percy, mas vi o filme e todas as pessoas dizem que é melhor ler o livro.

  7. Não cheguei a ler nenhum livro que seja da autora Josephine! Digamos que pela sinopse e pela sua resenha, parece ser muito bom. Gosto desse tipo de história, ainda que prefira os romances como a Elisa dai de cima também disse! Mas é bom variar.
    My recent post Variando no "cat-eyes".

  8. Gostaria de ler esse livro. Achei interessante, mas ainda não consegui o meu. Queria ler…

  9. Eu li em outro lugar que o livro parece um Percy Jackson misturado com Twilight. Não sei se isso é coisa boa. A sinopse parece legal, mas eu ando muito relutante. A capa não ajuda a conquistar, parece muito mal-feita. Definitivamente não entra para a minha lista de próximas leituras.

  10. Adorei sua resenha!
    livro com aventura , romance e toque de mitologia é comigo mesmo!!
    mais um livro que tenho em ingles, mas por total falta de tempo
    e livros demais para ler, ainda nao li esse. Tenho até a continuação dele
    Dreamless..aiai, preciso ler esse livro logo.
    bjos

  11. Mesmo adorando coisas com romances fora do comum, esse livro não me conquistou ao todo, não seria um must have…

  12. Este livro ainda não me convenceu. Ao que parece há uma relação de amor e ódio na história, o que me interessa, bem como o fato de a história se basear em mitologia. Mas não sei. Ultimamente tenho sido relutante em ler livros onde os personagens são muito novos. Os conflitos vivenciados pelos adolescentes são irritantes (não sei se existe algum nesse). Definitivamente, este não será um livro prioritário em minha lista.

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.