Veja a evolução dos dinossauros no cinema em 100 anos 3
Sem categoria

Veja a evolução dos dinossauros no cinema em 100 anos

Em 100 anos, os bichos do passado se tornaram maiores e muito, muito mais assustadores no cinema. As técnicas para criá-los também ficaram mais complexas; das marionetes às CGI (imagens geradas por computador), passando por animatrônica e stop motion.

O primeiro Jurassic Park, de 1993, é considerado um divisor de águas nessa evolução. Stan Winston criou para o filme dinossauros com bonecos mecanizados e Phil Tippett foi o responsável pelos efeitos, criando a variação mais sofisticada do stop motion. Na época, o longa apresentou ao público o que havia de mais avançado nas pesquisas sobre o assunto dos anos 1980.

Vai assistir Jurassic World nesse final de semana? Então veja a evolução dos dinossauros no cinema em 100 anos.

Dirigido por Colin Trevorrow e produzido por Steven Spielberg, Jurassic World conta a história de um novo parque. Enquanto o ex-militar Owen Grady (Chris Pratt) conduz uma pesquisa comportamental com os Velociraptors, a gerente de operações do lugar, Claire Dearing (Bryce Dallas Howard) anuncia a criação de uma perigosa nova espécie de dinossauro mais inteligente que os demais.

tumblr_nnhkqmmQmb1tzjz2jo5_540via Folha

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Veja a evolução dos dinossauros no cinema em 100 anos 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Sem categoria

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.