Arrow S03x18: Public Enemy | Crítica da Série 3
Séries e Tv

Arrow S03x18: Public Enemy | Crítica da Série

Tome seu lugar de direito como herdeiro do demônio ou passe seus dias numa jaula.

O jogo de Ra’s al Ghul para que Oliver seja seu sucessor continua e agora o Demônio transformou toda Starling City em uma arma e o capitão Lance a mão que a segura. Alimentado pelo ódio da morte da sua filha ele não ouve ninguém. Ele apenas quer uma coisa. O justiceiro, conhecido como Arrow, preso para sempre.

Não pensei que voltaria a ficar com raiva de Lance, mas ele pirou de vez. Ele não liga para quem machuque. Todos podem morrer desde que ele consiga Oliver. E Ras soube usar esse ódio ao seu favor. Muitos podem estar reclamando que essa temporada roubou muito das histórias do Homem Morcego, mas não podem dizer que o ator, Matthew Nable, não está incorporando a genialidade do personagem. Ele fechou Oliver em todos os cantos, e finalizou revelando para Lance quem era o homem por trás do capuz. Não a mais saídas para nosso herói, só existe dois modos de se acabar com isso: Ou ele se entrega a polícia ou a Ra’s al Ghul. Claro que ele iria escolher a primeira opção.

Ras não vai ficar muito feliz com isso e deve ter alguma carta na manga depois de saber que Roy assumiu a culpa de Oliver e se entregou como o Arrow.

No próximo episódio teremos uma morte e espero que não seja dele. Roy cresceu tanto, não merecia ter a vida tirada. Que levem a Thea ou a Laruel, mas não o Roy.

Confira a promo de Arrow 3×19 “Broken Arrow”:

[[youtube http://www.youtube.com/watch?v=CwhwvHD7lL8]]

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Arrow S03x18: Public Enemy | Crítica da Série 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Séries e Tv

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.