Ash vs Evil Dead | Crítica da Série 16

Ash vs Evil Dead | Crítica da Série


A melhor série trash de todos os tempos.

Quando os criadores originais decidem trazer uma história de volta dos mortos, podemos esperar algo incrível. Depois do fraco remake da franquia Evil Dead em 2013, onde os produtores tentaram trazer de volta o universo dos filmes através da atriz Jane Levy, o diretor Sam Raimi volta a trazer o herói que marcou sua carreira.

Ash vs Evil Dead superou todas as minhas expectativas. Quer dizer, eu esperava ver algo bom, mas não imaginei que veria um dos melhores trabalhos trash de todos os tempos. Com um orçamento moderado, o canal Starz nos trouxe uma aventura macabra bem divertida. Eu mal posso dizer o quanto essa série conseguiu manter sua qualidade no decorrer dos episódios, com Ash Williams (Bruce Campbell) tomando as rédeas da situação.



Download-0

Foi muito bom voltar a ver Ash. O personagem soube trabalhar com a nostalgia daquele mundo com um humor divertido de se acompanhar. Ele não é o que esperamos de um herói, mas é isso que faz dele tão especial. Ninguém poderia tomar seu lugar.

Os novos rostos que vieram, também foram bem vindos. Pablo Bolivar (Ray Santiago) e Kelly Maxwell (Dana DeLorenzo) trouxeram uma boa dinâmica para essa primeira temporada, como a nova equipe de Ash. Lucy Lawless foi outro acerto. Acabei chegando a conclusão que não importa quando ou onde, ela sempre vai ser uma das mulheres mais incríveis do mundo.

Lucy-Lawless-as-Ruby-Knowby-in-Ash-vs-Evil-Dead

Infelizmente, o final da primeira temporada desapontou um pouco. Eu só espero que eles possam retomar a serie onde pararam e continuar o bom trabalho no segundo ano.

ash-vs-evil-dead-109-dana-delorenzo-ray-santiago

Confira o trailer abaixo:

[[youtube https://www.youtube.com/watch?v=unnLg1TPCYM]]


Ash vs Evil Dead | Crítica da Série 17

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Exo | Power
EXO – Power | Review do novo Music Video (MV)