DC’s Legends of Tomorrow S01x16: Legendary | Crítica da Série

Os minutos finais abriram todo um novo universo de possibilidades para as séries de super-heróis da CW

Essa com certeza foi uma das season finales que mais gostei da CW. Sei que essa emissora já nos trouxe desfechos e conclusões muito mais interessantes do que essa, na verdade, eu começo a pensar que esse episódio teria funcionado melhor se fosse dividido em duas partes. Eles quiseram fazer tanta coisa ao mesmo tempo que só da metade adiante que me vi realmente entretido.

O plano de Vandal Savage acabou colocando uma luz em alguns pontos que pareciam ter sido deixados de lado no roteiro, passando uma sensação de que tudo estava sendo preparado desde o começo para mostrar algo muito maior. Eu realmente gostei disso. Gostei de como eles uniram certos pontos da linha do tempo e prepararam os ataques finais, com cada membro em sua posição.

Legends-of-Tomorrow-1x16-14

Savage precisou ser derrotado três vezes e as combinações das diferentes cenas de ação estavam perfeitas. Eu realmente fiquei torcendo no meu assento com cada soco e chute que o vilão recebia por diferentes punhos. Com um destaque especial para Sarah.

LGN116b_0275b

Cada membro da equipe teve seu momento para brilhar e eu apreciei cada momento. Eu sei que tudo acabou sendo corrido demais, e o roteiro falhou obviamente em equilibrar tudo o que estava acontecendo, mas consegui me deixar levar pela decisão de Rip e o modo como ele abraçou sua família antes de decidir que não estava pronto para partir de vez. Acho que o melhor dessa série são mesmo seus personagens.

Toda essa temporada foi um gigantesco arco e um novo está prestes a começar com o membro da Liga da Justiça da AméricaRex Tyler, chegando para avisar nossos heróis dos perigos que o futuro guarda. Como os produtores disseram, um arco completamente novo está prestes a começar. A série não vai ser mais a mesma.

Em relação a partida da Mulher-Gavião e o Gavião Negro, não sei muito bem o que pensar. Não sente praticamente nada. Talvez se a atriz não fosse péssima eu poderia sentir algo, mas no fundo não ligaria se escalassem alguém que pudesse mesmo erguer o mante dessa grande guerreia da DC Comics.

O modo como terminou as coisas entre ela e Ray não me agradou nem um pouco, mas, é como eu disse, o roteiro não conseguiu equilibrar tudo que acontecia.

Eu só quero saber nesse momento o que a chegada de Rex Tyler vai trazer para esse universo.

 

Leia Mais
Krampus, o terror de Natal que vai te deixar com medo!