The Flash S01x10: Revenge of the Rogues| Crítica da Série 3
Séries e Tv

The Flash S01x10: Revenge of the Rogues| Crítica da Série

Depois da batalha com o homem que matou sua mãe, Barry enfrenta fogo e gelo no centro de Central City.

Depois da batalha do último episódio do ano passado e a grande revelação bem no final, acho que todos nós estávamos loucos para o fim do hiatus e a volta do Homem Mais Rápido do Mundo. Nós precisávamos de respostas, haviam perguntas demais no ar, principalmente envolvendo o Flash Reverso, que, por sinal, finalmente foi nomeado nesse episódio por Cisco.

Já começamos o episódio com Barry treinando sua velocidade, utilizando balas e misseis por sinal. Ele sabe que não está nem perto de ser tão rápido quanto seu reverso e para conseguir combate-lo terá que se dedicar o máximo possível. Mas ficar o dia inteiro treinando não vai ajudar sua cidade, especialmente quando um velho inimigo retorna, trazendo um amigo consigo.

Leonard Snart está de volta e com a arma de gelo a sua disposição, ele ainda conseguiu trazer um pouco de calor para lhe ajudar. Seu antigo parceiro, Mick Rory, está ao seu lado com uma arma de fogo tão poderosa quanto a sua. Captain Cold e Heat Wave. Adoro quando o Cisco nomeia os personagens. Os dois juntos pretendem se livrar do Flash e tomar a cidade de volta para eles.

Heat_Wave_and_Captain_Cold_fight_The_Flash

O único problema é que Barry está mais focado em treinar do que enfrenta-los , algo que o  Dr. Wells vem incentivando e o detetive West começa a perceber. Ele parece ser o único que consegue ver que existe algo além da aparência amigável do Wells. West pode se tornar uma ameaça para ele no futuro.

O episódio em sim não foi tão emocionante quanto seu antecessor. Mal tivemos respostas sobre o Flash Reverso ou o que o Dr. Wells está tramando, mas tivemos uma grande cena de luta que subiu pelos prédios e um pouco do desaparecimento de Ronnie revelado. Talvez Caitlin não seja a única que está atrás do Firestorm.

Barry continua a crescer, o que eu acho importante e sua vida parece começar a se acertas, mesmo com Iris e Eddie morando juntos. Por sinal, eu estou começando a gostar do Eddie. Antes eu o achava um chato que não fazia falta, mas agora estou gostando de ver o Bromance  entre ele e Barry. Iris para mim podia sumir, prefiro muito mais o Barry com a Caitlin, mesmo sabendo que nunca acontecerá.

É isso aí pessoal, não percam o próximo episódio e não se esqueçam que o hoje temos Arrow de volta.

Só uma ultima coisa, o titulo do episódio é uma referencia à um grupo de inimigos do Flash dos quadrinhos, que é liderado pelo Captain Cold e que a irmãzinha dele faz parte.

Confira a promo de The Flash 1×11 “The Sound and the Fury”:

[[youtube http://www.youtube.com/watch?v=IAiglGBTgTo]]

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


The Flash S01x10: Revenge of the Rogues| Crítica da Série 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Séries e Tv

Leave a reply