O segundo ano começou do jeitinho que só essa família poderia nos dar.

D.J. Tanner Fuller (Candace Cameron Bure), Stephanie Tanner (Jodie Sweetin) e Kimmy Gibbler (Andrea Barber) retornam com sua pequena, ou melhor dizendo, grande família, com aquele humor bobo e gostosinho de acompanhar. Tudo o que gostamos da 1° temporada está de volta. As confusões das meninas, as participações especais e a fofura do Max (Elias Harger). Tudo está de volta.

No entanto, tenho que dizer que a temporada começou um tanto morna para mim. Não que eu espere algo grandioso de Fullen House, mas estava um tanto quanto entediado. Será que a série não iria para lugar nenhum e ficaria presa nas mesmas coisas de antes? Fico feliz em dizer que essa temporada conseguiu ser melhor do que a anterior.

Conseguindo prender nossa atenção depois dos primeiros episódios a série continua ideal para se divertir com sua família. Foi muito bom ver o núcleo das crianças crescendo, Max tendo sua primeira namorada, a metalinguagem (os momentos que a série brinca com ela mesma).


Fuller House Season 2

A escolha de DJ também não soou forçada e nem fora do que já esperava.


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

No final, com erros e acertos, Fuller House continua uma boa pedida para se distrair um pouco, principalmente dessa correria de fim de ano.

Deixe sua opinião aqui :)

Sem mais artigos