Globo cria pacote com canais pagos e abertos no streaming, esvaziando TV por assinatura 16
Séries e TvGloboPlay

Globo cria pacote com canais pagos e abertos no streaming, esvaziando TV por assinatura

A Globo cria a partir desta terça-feira, 1º de setembro, uma espécie de HBO GO com todos os seus canais: 21 pagos, Globo aberta, Futura e o conteúdo do Globoplay, com transmissão digital que permitirá acesso a todo o seu conteúdo em tempo real ou sob demanda, sem precisar mais do intermédio de uma operadora de TV paga para transmitir emissoras como GloboNews, Viva e SporTV, três dos mais bem colocados canais no ranking de TV por assinatura.

Às vésperas da chegada da plataforma sob demanda da Disney+ ao país, esse é um passo que certamente  esvaziará ainda mais o mercado de TV paga tradicional, em que o assinante tem de pagar a uma operadora de TV para receber um grande volume de conteúdo, nos moldes do que Netflix, Amazon e Apple já oferecem.

Hoje, um assinante do Globoplay paga R$ 22,90 para ter acesso a todas as atrações da Globo, inclusive ao vivo, e os títulos originais da plataforma (aqueles que ainda não chegaram à TV aberta) ou atrações compradas de outras empresas, como “The Good Doctor” e “The Handmaid’s Tale”. Quem quiser ver GNT, Multishow, GloboNews, Viva, SporTV, Bis, Gloob, Gloobinho, Universal TV, Scy-Fi, Canal Brasil, etc., atualmente, tem de pagar a uma operadora de TV paga para receber as emissoras nascidas sob o selo da Globosat por meio de uma mensalidade que não fica abaixo de R$ 80.

Agora, quem quiser assistir a todos os canais Globo pagará R$ 49,90. Os canais contratados por pacotes à parte, como Combate, Telecine e Première poderá fazer um combo à parte.

“A TV paga tem um portfólio bem mais completo, são propostas complementares”, diz Paulo Marinho, diretor dos canais Globo.

“Tem um público importante também que são os jovens que nunca desenvolveram uma relação com a TV por assinatura”, completa Erick Bretas, diretor do Globoplay.

“Nós estamos mirando essa relação direta com nossos consumidores”, segue Marinho, diretor dos Canais Globo, “combinando todos os ativos da Globo numa só oferta”.

A nova plataforma também terá um recurso de DVR que permitirá que o espectador resgate a programação de canais pagos em até quatro horas antes (exceto Megapix, por razões de direitos) e em 1h30 a programação da Globo. A empresa está também de olho no crescimento das SmarTVs, modelo que vem respondendo por crescimento relevante no consumo de horas do conteúdo Globoplay.

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Globo cria pacote com canais pagos e abertos no streaming, esvaziando TV por assinatura 17


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Séries e Tv

Leave a reply