Gotham se aprofunda mais ainda na mitologia do Batman e nos entrega sua melhor temporada

Depois do final da terceira temporada, muitos estavam se perguntando se Gotham estaria caminhando para o arco Batman: Ano Um de Frank Miller, onde Bruce Wayne (David Mazouz) ergue o manto do Homem-Morcego pela primeira vez e dá seus primeiros passos contra a criminalidade da cidade. Esse arco em particular talvez teremos que esperar a quinta temporada para entrar com tudo, porque muita coisa precisou acontecer para Bruce e Jim Gordon (Ben McKenzie) abraçarem seus destinos.

Os produtores definiram essa temporada como A Dark Night e isso faz mais do que sentido se você vê a jornada que Ra’s al Ghul (Alexander Siddig) preparou para Bruce, principalmente nos episódios finais, onde Gotham marcou sua melhor fase, mostrando o quanto a série e os personagens cresceram.

Mas é claro que muita coisa precisou acontecer no meio do caminho, com a entrada de Sofia Falcone (Crystal Reed) e a união inesperada de Edward Nygma (Cory Michael Smith) e Lee Thompkins (Morena Baccarin). Embora o começo tenha sido interessante eu vi algumas coisas um tanto quanto óbvias e que me incomodaram por esperar mais dos personagens, mas é quando Jerome Valeska (Cameron Monaghan) retorna e temos a temporada que os fãs de Gotham tanto mereciam, com uma season finale que vai entrar para a história.

Gotham está caminhando para sua última temporada e estou tão ansioso para ver esse final.


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Gotham 4° Temporada | Crítica da Série
83%Pontuação geral
Personagens 80%
Enredo 85%
Fotografia 80%
Efeitos Especiais 85%
Trilha Sonora 85%
Votação do leitor 2 Votos
93%

Deixe sua opinião aqui :)

Sem mais artigos