Gotham S02x15: Mad Grey Dawn | Crítica da Série 3
Séries e Tv

Gotham S02x15: Mad Grey Dawn | Crítica da Série

Um plano de mestre digno de um grande vilão.

Pelo visto Gotham vai com tudo na criação de um grande personagem da mitologia do Homem-Morcego. Era uma coisa um tanto óbvia depois do final do último episódio, mas eu pensei que eles iriam guardar um pouco mais seu desenvolvimento. Não estaria cedo demais para isso?

O episódio dessa semana continuou bem a transformação de Nygma no vilão que conhecemos. Já fazia um tempo que os produtores moldaram a personalidade do personagem e o jogaram com tudo em sua verdadeira face. Como o Bruce Wayne ainda está bem longe de se tornar o Batman, isso me preocupa um pouco. Mas não quer dizer que não possamos nos divertir com isso. Eu adorei o modo como ele pegou o Jim. Não que eu já não visse isso, mas foi tão rápido que foi como um tapa na cara.

gotham-madgrey-barnes

Além do arco principal, também tivemos um pouco do sofrimento de Bruce nas ruas. Ele se colocou num caminho perigoso e é bom ver que haverão cicatrizes para marcar esse caminho. Eu quero mais dele. Quero toda a jornada de Bruce. Só que com um pouco menos de ar britânico.

Essas duas partes deixaram o encontro do Pinguim com seu pai um tanto fraco, mas eu não perco as esperanças com nosso criminoso (não mais insano?). O ator é bom demais para ser desperdiçado.

5834974374f84d65cd9815fc9cdf297b

Eu só queria que não tivessem prendido o Gordon tão cedo. Fazer tudo as presas nunca é um bom sinal.

Confira o promo de Gotham 2×16: “Prisoners”

 [[youtube https://www.youtube.com/watch?v=R-Jb-c5HVgQ]]

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Gotham S02x15: Mad Grey Dawn | Crítica da Série 4







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Séries e Tv

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.