Hemlock Grove | Crítica da Série 3
Séries e Tv

Hemlock Grove | Crítica da Série

A saga de Peter e Roman chega ao fim.

Em 2013 o Netflix nos apresentou a cidade de Hemlock Grove, um lugar em que nada é o que parece. A família rica tem ligações com imortais e o jovem cigano pode se transformar em lobo. Baseado no livro de mesmo nome de Brian McGreevy, tivemos uma primeira temporada brutal com foco mais para o público jovem. Os vampiros e lobisomens ainda estavam na moda naquele ano.

Hemlock Grove me conquistou desde o começo, era o tipo de história que eu gostava de acompanhar. Sei que muitos tiveram problemas, chamando a primeira temporada de confusa. Eu admito que algumas partes pareciam ter sido jogadas ao vento, mas eu via mais potencial na série do que erros. A interação entre os personagens Roman Godfrey (Bill Skarsgård), Peter Rumancek (Landon Liboiron) e Olivia Godfrey (Famke Janssen) era interessante e eu gostava do desenvolvimento deles.

Na segunda e terceira temporada vimos uma troca de produtores, diferentes histórias surgindo e vimos novos personagens como Miranda Cates (Madeline Brewer), Dr. Arnold Spivak (JC MacKenzie) e Annie Archambeau (Camille De Pazzis) e uma novo modo de se trabalhar com a irmã de Roman, Shelley Godfrey (Madeleine Martin). Os novos produtores conseguiram centralizar um pouco mais a história e a série acabou evoluindo. O problema foi que, mesmo tendo gostado muito da segunda temporada, eles pareciam ignorar um pouco do que foi trabalhado antes no começo de cada ano.

maxresdefault

O final de Hemlock Grove foi uma facada no coração. Não por ter sido trágico, mas porque senti que eles destruíram uma boa parte do que amávamos na série e eu não consegui acreditar no que estava vendo.

No final Hemlock Grove foi uma boa série que conseguiu nos trazer algo diferente e teve uma atmosfera gostosa de acompanhar. Eu me diverti pelo caminho, mas não sei se teria começado a série se soubesse que esse seria o final. Estou vivenciando o mesmo problema que os fãs de Lost e isso é ruim.

Hemlockgrove113-796

Confira o trailer da season finale: 

[[youtube https://www.youtube.com/watch?v=MMXI7tjmvjs]]

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Hemlock Grove | Crítica da Série 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Séries e Tv

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.