A série que mostra que vampiros não estão acabados

Os fãs do jogo terão uma boa nostalgia e aqueles que querem apenas ver um bom desenho adulto vão se entregar a esse mundo e ficar bravos com o pouco de episódios. Acho que essa última parte vai definir um bom número de fãs que decidirem fazer uma maratona dessa série.

Castlevania é baseado numa famosa série de jogos que foi transformada num desenho com quatro episódios para sua primeira temporada. Focado em Trevor Belmont (Richard Armitage), um jovem acaçador, e em sua batalha para livrar uma cidade do domínio do Conde Drácula (Graham McTavish). A série tinha tudo para não dar certo, afinal, as pessoas estão com um pé atrás quando o assunto é adaptação e mais ainda quando colocamos vampiros. Eles já tiveram sua fama e muitos não aguentam mais.

Eis que o roteirista Warren Ellis e diretor Sam Deats nos trazem uma ótima produção, que realmente consegue nos jogar dentro daquele mundo e querer mais. A qualidade da animação é muito boa e as vozes casaram com os personagens. Tudo conspira para te entreter até o final.

O problema é quando chegamos ao final. Quando você termina a primeira temporada de Castlevania você sente mais que terminou o piloto de uma série. Um piloto foda e muito bem feito, mas ainda sim um piloto. Seria melhor se eles tivessem feito um filme do que dividi-lo em quatro partes.

Pelo menos podemos relaxar sabendo que a série foi renovada e teremos uma segunda temporada. Quem sabe com mais episódios.

Castlevania 1° Temporada | Crítica da Série
86%Pontuação geral
Enredo 90%
Personagens 85%
Efeitos Especiais 90%
Fotografia 80%
Votação do leitor 6 Votos
75%

Deixe sua opinião aqui :)