Castlevania: 2° Temporada | Crítica da Série 19
NetflixSéries e Tv

Castlevania: 2° Temporada | Crítica da Série

Castlevania retorna para uma segunda temporada que irá expandir o universo da série, ao mesmo que nos dá uma nova visão dos vampiros e do temido Conde Drácula (Graham McTavish). O vilão ganha uma profundidade que até nos faz entender sua sede por vingança, e como isso vai afetando os vampiros e humanos a sua volta e que estavam dispostos a seguir seu líder até o fim.

Castlevania: 2° Temporada | Crítica da Série 20

Essa segunda temporada teve um começo mais parado, o que talvez tenha ligação com o número maior de episódios que o roteirista Warren Ellis pode desfrutar. Sem precisar correr tanto, deu para ver como ele quis introduzir os novos personagens com mais calma. Não tem problema nenhum com isso, mas acabou indo um pouco contra o ritmo que eu esperava dessa série.

Mas mesmo mais devagar, o segundo ano de Castlevania te leva por um caminho tão viciante quanto o primeiro. Na verdade, posso dizer que essa temporada conseguiu superar a anterior. Com personagens mais bem construídos, muita tensão nos seus momentos finais e lutais que deixariam muitas produções no chinelo.

Castlevania: 2° Temporada | Crítica da Série 21

Estou muito ansioso para o futuro de Trevor Belmont (Richard Armitage), Alucard (James Callis) e Sypha Belnades (Alejandra Reynoso). 

Castlevania: 2° Temporada | Crítica da Série 22

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Castlevania: 2° Temporada | Crítica da Série 23


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Netflix

Leave a reply