Hora de voltar a lutar com Jason Momoa

Frontier retorna para sua segunda temporada, trazendo o espirito aventuresco e todas as coisas boas da primeira temporada como também as ruins.

Uma coisa que podemos dizer é que a série está mais bonita do que nunca. A fotografia é de se admirar e nos faz querer se jogar de cabeça nesse universo onde o novo mundo estava sendo descoberto e batalhas eram travadas entre os colonos e os nativos pelas peles.

É um tanto estranho ver uma fotografia tão grandiosa para uma história mediana. Não que o enredo não tenha melhorado. A segunda temporada se leva mais a sério e consegue trabalhar melhor os seus personagens e os seus respectivos arcos. A aventura tem um ar mais gostoso e original, além de deixar um bom gancho para o terceiro ano


Declan Harp (Jason Momoa) perde um pouco daquele peso que tinha na primeira temporada. Foi um tanto estranho não vê-lo como aquele gigante malvado e sanguinário, mas por outro lado os outros personagens ganharam com sua perda e acho que foi exatamente isso que fez com que a história se tornasse melhor e mais equilibrada. Não ser focada na imagem de um único homem. Só queria que a luta final fosse um pouco melhor. Jason já mostrou antes que pode fazer mais. 


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

No final, a segunda temporada de Frontier vai agradar e muitos os fãs que vão ficar com vontade de saber o que vai acontecer no ano que vem.

 

Frontier: 2° Temporada | Crítica
76%Overall Score
Personagens 75%
Enredo 60%
Fotografia 90%
Efeitos Especiais 75%
Trilha Sonora 80%
Reader Rating 1 Vote
98%

Deixe sua opinião aqui :)

No more articles