Legítimo Rei | Crítica

Chris Pine mostra que pode carregar qualquer filme

Chris Pine é a grande estrela do novo filme da Netflix sobre um dos grande reis da Escócia e sobre sua batalha para libertar sua terra da Inglaterra. Legítimo Rei é um filme que muitos estavam esperando, grande parte talvez para ver mais de Chris, um ator que se consagrou muito ao longo dos anos e cujo carisma é mais do que inegável depois de Mulher-Maravilha. Aqui podemos ver como ele pode crescer muito e que os estúdios não deviam se segurar na hora de coloca-lo como herói em suas próximas produções. Se uma coisa podemos dizer com certeza do filme de David Mackenzie é que ele acertou em cheio no seu protagonista.



Já o longa em si talvez incomode alguns. Eu gostei do modo como David consegue filmar de um jeito épico, usando o melhor de suas locações para que ela trabalhe junto com sua história. Aqui temos um filme que quis focar numa narrativa mais épica de reis e cavaleiros, que você pode encontrar em filmes antigos ou em peças, do que em elementos hollywoodianos.

Infelizmente, o filme não trabalha isso direito e isso se dá muito pelo seu roteiro. Ele pode ser monótomo e tedioso em alguns momentos, faltando trazer para a tela aquela sensação de jornada épica que o diretor e a equipe tanto se esforçaram para que acontecesse. 

No final, acho que posso dizer que esse era o papel certo para Chris, mas poderia ter um diretor ou roteirista melhor. 

3.7




» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Divulgado os protagonistas do filme inspirado na série Hush, Hush