O Justiceiro: 1° Temporada | Crítica da Série

A parceria entre a Marvel com a Netflix ainda tem força com O Justiceiro

Frank Castle (Jon Bernthal) está de volta! Depois de roubar os holofotes na 2° temporada de Demolidor, era mais do que óbvio de que o personagem estaria caminhando para sua própria série. Isso era algo que todos queríamos. O problema era se essa série aproveitaria o melhor do personagem ou encontraria problemas como foi o caso de Punho de Ferro, Luke Cage e até Os Defensores em alguns momentos.

Tenho o prazer de dizer que Frank é uma força da natureza imperdível e sua série não está longe disso. Essa temporada pode ser comparada a primeira de Demolidor e Jessica Jones por sua qualidade e desenvolvimento. Mesmo com um piloto fraco, eles trouxeram toda a fúria, poder e profundidade do nosso anti-herói a tona.

Jon Bernthal dá uma de suas melhores atuações. O ator consegue nos envolver não apenas com sua brutalidade e insolência, ele é tudo que o Justiceiro precisava ser e você vê isso até em seu olhar, onde podemos sentir toda a dor que ele carrega. Todo o arco militar e dos veteranos de guerra são bem genuínos quanto autênticos para a realidade americana e é muito bem conduzido por Steve Lightfoot, que aproveitou ao máximo do potencial de Jon, principalmente nas cenas de ação.

Infelizmente quando a série não está focada no Justiceiro ela fraqueja. O arco de Dinah Madani (Amber Rose Revah) e da Homeland, embora importante, é bem chatinho. A atriz não consegue se impor direito e falta carisma para que você se importe com ela. A série também é um tanto densa para se maratonar e é melhor ver aos poucos.

O vilão Billy Russo (Ben Barnes) segue a linha de bons vilões da Marvel no serviço de streaming, embora ele aparenta ser uma ameaça pela situação e não pela força. Isso pode se dar ao fato de que ninguém consegue se impor como Frank, se bem que os dois nos deram uma das melhores cenas de luta final das séries da Marvel. 

No final, O Justiceiro erra em alguns pontos, mas vai entreter muitos e fará vários quererem ver mais da fúria do personagem.

Personagens 85
Enredo 75
Fotografia 80
Efeitos Especiais 80
Trilha Sonora 85
Nota dos Leitores:9 Votes85
81

» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

More Stories
Novidades da Intrinseca : Outubro