Órfãos de Breaking Bad vão pedir loucamente a segunda temporada

Ozark é a mais nova série da Netflix e com certeza é uma forte candidata de melhor nova série do ano ou pelo menos o melhor novo trabalho do serviço de streaming

Com uma produção de dar inveja, o trabalho Bill Dubuque e Mark Williams consegue passar toda a sensação de melancolia e desespero nos pequenos detalhes. Desde a fotografia impecável e direção certa, até o cenário e o modo como os personagens são introduzidos a essa pequena cidade no Missouri.

Jason Bateman dá a atuação da sua carreira como o chefe de família que leva sua família para longe de Chicago para protegê-los do cartel de drogas que trabalhava lavando o dinheiro. A partir daí vemos a sua luta para transformar a cidade de Ozark na nova lavagem de dinheiro do Cartel.

Eu adorei a inteligencia do personagem. Ele é um homem de negócios e usa seu conhecimento de dinheiro e estatística a seu favor para salvar tanto sua família como a si mesmo. Ele arrastou todos para um mundo que não podem escapar e cada situação, o drama que sua mulher e filhos tem que lidar nesse novo lugar onde eles sabem que também não estão seguros, só posso dizer que viciei como um louco.

A season finale foi com certeza uma das mais inteligentes e insanas que já vi. Ela deu vários caminhos para Ozark seguir, caminhos perigosos que vão exigir mais dos personagens e seus atores, mas eu não estou preocupado com isso. Só em ter que esperar um ano para o retorno dos Byrde.

Eu me atrevo a dizer que a Netflix está no caminho de encontrar seu Breaking Bad.

Confira o trailer:

[]

Ozark: 1° Temporada | Crítica da Série
100%Pontuação geral
Personagens 100%
Enredo 100%
Fotografia 100%
Trilha Sonora 100%
Votação do leitor 14 Votos
89%

Deixe sua opinião aqui :)