Ozark: 2° Temporada | Crítica da Série 11
NetflixSéries e Tv

Ozark: 2° Temporada | Crítica da Série

Um dos melhores trabalhos da Netflix retorna para sua segunda temporada

Depois de nos conquistar com seu roteiro afiado, atuações memoráveis e uma fotografia de dar inveja, Ozark retorna para seu segundo ano. Um retorno que acabou não sendo tão bom quanto esperado, mas ainda conseguiu mostrar como a série pode crescer.

Ozark: 2° Temporada | Crítica da Série 12

Com o plano arriscado de Marty (Jason Bateman) sendo posto a prova, ele e sua esposa, Wendy (Laura Linney), precisam assegurar que nada ficará no caminho do Cartel. Realmente, os roteiristas não tiveram medo de deixar a família Byrde mais próxima do fogo cruzado, sendo que teve mais de um momento em que fiquei preocupado com a segurança deles.

Ozark: 2° Temporada | Crítica da Série 13

No entanto, não posso deixar de notar que a série caiu um pouco de qualidade comparada a sua estreia. O começo não foi surpreendente ou conseguiu prender de fato. Isso até o quarto episódio, onde os roteiristas finalmente mostraram porque Ozark tinha o potencial de ser o Breaking Bad da Neftlix.

Ozark: 2° Temporada | Crítica da Série 14

A série ainda é viciante e digna de ser maratonada em um fim de semana, só espero que ela possa ter um foco melhor no seu terceiro ano. Qualidade é melhor do que quantidade, e sim, o segundo ano teve muita qualidade mesmo com seus probleminhas

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Ozark: 2° Temporada | Crítica da Série 15


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Netflix

Leave a reply