Ozark: 2° Temporada | Crítica da Série

Um dos melhores trabalhos da Netflix retorna para sua segunda temporada

Depois de nos conquistar com seu roteiro afiado, atuações memoráveis e uma fotografia de dar inveja, Ozark retorna para seu segundo ano. Um retorno que acabou não sendo tão bom quanto esperado, mas ainda conseguiu mostrar como a série pode crescer.



Com o plano arriscado de Marty (Jason Bateman) sendo posto a prova, ele e sua esposa, Wendy (Laura Linney), precisam assegurar que nada ficará no caminho do Cartel. Realmente, os roteiristas não tiveram medo de deixar a família Byrde mais próxima do fogo cruzado, sendo que teve mais de um momento em que fiquei preocupado com a segurança deles.

No entanto, não posso deixar de notar que a série caiu um pouco de qualidade comparada a sua estreia. O começo não foi surpreendente ou conseguiu prender de fato. Isso até o quarto episódio, onde os roteiristas finalmente mostraram porque Ozark tinha o potencial de ser o Breaking Bad da Neftlix.

A série ainda é viciante e digna de ser maratonada em um fim de semana, só espero que ela possa ter um foco melhor no seu terceiro ano. Qualidade é melhor do que quantidade, e sim, o segundo ano teve muita qualidade mesmo com seus probleminhas




» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Especial: Trilogias que vou ler