Próxima Parada: Apocalipse | Crítica 16

Próxima Parada: Apocalipse | Crítica


Uma história apocalíptica pouco inspirada

Theo James estrela seu primeiro filme na Netflix ao lado de nomes conhecidos como Kat Graham e Forest Whitaker sobre uma jornada de sogro e genro, numa terra que sofreu um evento que disseminou o caos, atrás da pessoa que mais amam. 

Próxima Parada: Apocalipse | Crítica 17



Próxima Parada: Apocalipse é uma história de como a civilização pode mudar num piscar de olhos e como as pessoas vão mostrando quem elas são quando precisam sobreviver. O diretor David M. Rosenthal tem uma visão interessante sobre o fim do mundo, mas em geral o filme não consegue desenvolver bem sua ideia central. Nós até temos momentos interessantes que chamam atenção, mas a jornada de Will (Theo James) não consegue te atingir como deveria. Parte de mim acredita que seja pelo protagonista em si. Theo já provou que pode se impor nas cenas de ação, infelizmente aqui ele não foi bem escalado.

Próxima Parada: Apocalipse | Crítica 18

No final, Próxima Parada: Apocalipse é um filme que foi melhor mesmo não ter sido lançado no cinema. Não que você não consiga tirar algo dele nessas poucas horas.

Próxima Parada: Apocalipse | Crítica 19


Próxima Parada: Apocalipse | Crítica 20

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Próxima Parada: Apocalipse | Crítica 30
Disney divulga datas de estreias dos seus filmes no Brasil