Próxima Parada: Apocalipse | Crítica 18
NetflixCríticas de Filmes

Próxima Parada: Apocalipse | Crítica

Uma história apocalíptica pouco inspirada

Theo James estrela seu primeiro filme na Netflix ao lado de nomes conhecidos como Kat Graham e Forest Whitaker sobre uma jornada de sogro e genro, numa terra que sofreu um evento que disseminou o caos, atrás da pessoa que mais amam. 

Próxima Parada: Apocalipse | Crítica 19

Próxima Parada: Apocalipse é uma história de como a civilização pode mudar num piscar de olhos e como as pessoas vão mostrando quem elas são quando precisam sobreviver. O diretor David M. Rosenthal tem uma visão interessante sobre o fim do mundo, mas em geral o filme não consegue desenvolver bem sua ideia central. Nós até temos momentos interessantes que chamam atenção, mas a jornada de Will (Theo James) não consegue te atingir como deveria. Parte de mim acredita que seja pelo protagonista em si. Theo já provou que pode se impor nas cenas de ação, infelizmente aqui ele não foi bem escalado.

Próxima Parada: Apocalipse | Crítica 20

No final, Próxima Parada: Apocalipse é um filme que foi melhor mesmo não ter sido lançado no cinema. Não que você não consiga tirar algo dele nessas poucas horas.

Próxima Parada: Apocalipse | Crítica 21

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Próxima Parada: Apocalipse | Crítica 22


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Netflix

Leave a reply