Riverdale 2° Temporada | Crítica da Série 6
Séries e TvNetflix

Riverdale 2° Temporada | Crítica da Série

Um segundo ano que veio para expandir a série

Depois da season finale da primeira temporada muitos estavam curiosos para saber o destino de um certo personagem e o que os roteiristas estavam preparando. Tenho que dizer que a segunda temporada realmente teve coisas boas, desde o arco do Black Hood e outros mistérios relacionados ao irmão de Betty Cooper (Lili Reinhart) e Jughead Jones (Cole Sprouse) entrando mais a fundo no mundo dos Southside Serpents. Tivemos momentos mais do que bons, infelizmente, enquanto a série acertava muito em um lado, ela errava muito no outro.

Riverdale 2° Temporada | Crítica da Série 7

O arco das famílias mafiosas envolvendo Archie Andrews (KJ Apa) e Veronica Lodge (Camila Mendes) não foi muito satisfatório. Nem o jeito divertido e único de Veronica conseguiu salvar um enredo pouco interessante e um tanto arrastado que você torcia que acabasse para que voltasse a Jughead. O personagem a cada episódio está se mostrando a salvação da série, e talvez o principal motivo dela conseguir manter um ritmo satisfatório, algo que devia ser tarefa de Archie. O protagonista parece só estar no enredo para ser o rosto bonito, que só no final se torna interessante e mostra seu potencial. Ele não podia ser assim a série inteira?

Riverdale 2° Temporada | Crítica da Série 8

Entre acertos e erros, a série conseguiu dar um passo a frente e pode nos dar uma terceira temporada muito interessante com sua season finale.

Riverdale 2° Temporada | Crítica da Série 9

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Riverdale 2° Temporada | Crítica da Série 10







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Séries e Tv

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.