A segunda temporada de Stranger Things foi lançada na última sexta-feira na Netflix, e apesar de todo hype (com razão), um episódio não agradou muito os fãs da série.

Estamos falando do sétimo capítulo da nova temporada, intitulado “A Irmã Perdida”, traz uma história um tanto quanto “solta” na reta fina da temporada, o que tem rendido muitas discussões na internet.

.

.

.

.

ATENÇÃO: ALERTA DE SPOILERS!

.

.

.

.

.

Comentei no meu Facebook sobre o episódio e vi que não fui o único que ficou descontente com essa quebra de linha narrativa, já que no final do episódio 6 temos uma cena SUPER FORTE e que você fica aguardando pelo próximo episódio, e quando ele começa do nada te leva para uma história totalmente “fora” da linha narrativa da personagem? Entendo que é importante para desenvolver a Eleven, mas poderia muito ter sido inserido em outro momento ou diluído no meio da temporada.

Em entrevista à Entertainment WeeklyMatt Duffer (um dos criadores da série) comentou sobre esse episódio em questão: 

“Quer funcione para as pessoas ou não, isso nos permite experimentar um pouco. É importante para Ross e eu tentar novas coisas, para não parecer que estamos fazendo a mesma coisa sempre. É quase como fazer outro pequeno episódio piloto no meio da temporada, o que é algo meio insano. Mas foi realmente divertido escrever o roteiro, escalar o elenco e trabalhar nele.”

O criador e roteirista também disse que o episódio foi essencial para criar a complexidade da jornada de Elevenque retornou após ter sido dada como morta na primeira temporada, depois de seu conflito contra o Demogorgon:

“Nosso teste para o episódio foi tentar tirá-lo da série apenas para nos certificarmos de que não precisaríamos dele, porque eu não queria ele lá como um filler – mesmo que alguns críticos tenham nos acusado de fazer isso. Mas a jornada de Eleven meio que despencava, como se o final não funcionasse sem isso.”

Por fim, Ross Duffer continuou, falando mais sobre a evolução da personagem:

“Esse arco da Eleven foi a coisa mais arriscada que fizemos. Continuaremos nos arriscando para podermos nos manter de pé. Eu não queria que ela magicamente salvasse o dia. Assim como Luke Skywalker, ela precisava partir sozinha e aprender coisas sobre ela mesma.”

O que vocês acharam do sétimo episódio da série?

Leia mais sobre Stranger Things

via legiaodosherois


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Deixe sua opinião aqui :)

Sem mais artigos