The Walking Dead 8° Temporada | Crítica da Série 21
Séries e Tv

The Walking Dead 8° Temporada | Crítica da Série

Uma temporada com altos e baixos e decisões conturbadas

The Walking Dead retorna para seu oitavo ano, agora nos dando a guerra que tanto queríamos depois de uma sétima temporada que não soube aproveitar todo potencial que Negan (Jeffrey Dean Morgan) e os Salvadores trouxeram. Rick (Andrew Lincoln) estava pronto para contra-atacar com tudo e eu estava esperando muito dessa temporada. Será que dessa vez teríamos algo épico?

The Walking Dead 8° Temporada | Crítica da Série 22

A resposta é não. Os produtores nos deram uma guerra. Na verdade, a temporada inteira foi uma guerra contra os Salvadores, com armas, explosões e tudo que a temporada passada não foi. Isso devia ter deixado os fãs felizes e num certo ponto até que foi uma grande melhora comparado aos acontecimentos passados.

The Walking Dead 8° Temporada | Crítica da Série 23

Uma pena que o showrunner Scott M. Gimple tomou decisões duvidosas ao longo do caminho que acabou prejudicando o desenvolvimento da série. Eu ainda sinto que The Walking Dead mostra um grande potencial, mas que não está sendo aproveitado de verdade e talvez só seja se os roteiristas mudarem um pouco sua abordagem. A série já nos deu grandes momentos e pode continuar nos dando se certos arcos forem acertados.

Vamos esperar para ver o que a nona temporada pode nos dar

The Walking Dead 8° Temporada | Crítica da Série 24

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


The Walking Dead 8° Temporada | Crítica da Série 25


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Séries e Tv

Leave a reply