The Walking Dead 8° Temporada | Crítica da Série

Uma temporada com altos e baixos e decisões conturbadas

The Walking Dead retorna para seu oitavo ano, agora nos dando a guerra que tanto queríamos depois de uma sétima temporada que não soube aproveitar todo potencial que Negan (Jeffrey Dean Morgan) e os Salvadores trouxeram. Rick (Andrew Lincoln) estava pronto para contra-atacar com tudo e eu estava esperando muito dessa temporada. Será que dessa vez teríamos algo épico?



A resposta é não. Os produtores nos deram uma guerra. Na verdade, a temporada inteira foi uma guerra contra os Salvadores, com armas, explosões e tudo que a temporada passada não foi. Isso devia ter deixado os fãs felizes e num certo ponto até que foi uma grande melhora comparado aos acontecimentos passados.

Uma pena que o showrunner Scott M. Gimple tomou decisões duvidosas ao longo do caminho que acabou prejudicando o desenvolvimento da série. Eu ainda sinto que The Walking Dead mostra um grande potencial, mas que não está sendo aproveitado de verdade e talvez só seja se os roteiristas mudarem um pouco sua abordagem. A série já nos deu grandes momentos e pode continuar nos dando se certos arcos forem acertados.

Vamos esperar para ver o que a nona temporada pode nos dar

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Ben Affleck já escreveu seu próprio roteiro para o filme do Batman