The Vampire Diaries 8° Temporada | Crítica da Série 10
Séries e Tv

The Vampire Diaries 8° Temporada | Crítica da Série

A temporada final que os fãs mereciam depois de se dedicarem por tanto tempo a essa jornada.

Foram oito anos de emoções, drama, tensão e muito choro. Oito anos que marcaram a vida de muitas pessoas, afinal muito acontece na vida de uma pessoa em quase dez anos, e agora podemos finalmente dizer adeus aos irmãos Salvatore e a todas as pessoas de Mystic Falls.

The Vampire Diaries acabou sendo uma série que dividiu muitas pessoas. Como todos os programas de TV ela teve boas e ruins temporadas, sendo a quinta e sexta o motivo de muitos terem abandonado a série. Não sabia quantas pessoas ainda estavam com Damon Salvatore (Ian Somerhalder) e seu irmão Stefan Salvatore (Paul Wesley) e eu mesmo continuei mais por pura teimosia do que gosto pelas novas tramas de Julie Plec. Foi um tanto estressante, por sorte sou recompensado por uma 8° temporada incrível.

The Vampire Diaries 8° Temporada | Crítica da Série 11

The Vampire Diaries — “I Was Feeling Epic” — Image Number: VD816c_0507.jpg — Pictured (L-R): Paul Wesley as Stefan and Ian Somerhalder as Damon — Photo: Annette Brown/The CW — ©2017 The CW Network, LLC. All Rights Reserved.

Com Damon e Enzo (Michael Malarkey) sem sua humanidade, e matando loucamente para uma entidade antiga, a busca pelos dois vai levar a uma batalha contra série antigos, outras dimensões e rostos familiares.

Com o retorno de Kevin Williamson a mesa de roteiristas, The Vampire Diaries conseguiu se encontrar. A série havia voltado ao ritmo na metade de sua 7° temporada, mas foi preciso um velho amigo para colocar a série de volta aos trilhos. As tramas melhoraram muito, os arcos ficaram bem mais interessantes, e cada episódio me fazia querer logo o próximo.

The Vampire Diaries 8° Temporada | Crítica da Série 12

Com o grande vilão sendo agora o Diabo e encontrar a paz um dos temas principais, vimos os irmãos Salvatore sendo testados a cada instante. Eu não sabia se eles conseguiriam ser salvos no final, e muito menos qual destinos teriam, mas fiquei feliz em ver como os roteiristas quiseram fazer uma reunião deliciosa nos momentos finais da serie. Teve duas coisas que achei que ficaram mal feitas no último episódio, no entanto, não posso negar que tudo foi pensando como uma carta de agradecimento para nós. O retorno de Nina Dobrev foi mais do que satisfatório e tenho certeza que muitos vão deixar as lágrimas caírem.

The Vampire Diaries 8° Temporada | Crítica da Série 13

Ao todo, foi uma boa jornada. Uma série é como um relacionamento, tem seus altos e baixos, e só quem a ama de verdade fica até o final. Foram oito anos e não me arrependo de nada. Adeus Mystic Falls. Adeus Damon, Stefan, Elena, Bonnie, Caroline e todos vocês que fizeram parte da minha vida.  Nunca vou esquece-los.

The Vampire Diaries 8° Temporada | Crítica da Série 14

Confira o promo do último episódio:

[[youtube https://www.youtube.com/watch?v=iPlnULz4zdw]]

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


The Vampire Diaries 8° Temporada | Crítica da Série 15


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Séries e Tv

1 Comment

  1. Até que fim uma review interessante, parabéns!

Leave a reply