Não encontre uma Dory! 4
Top

Não encontre uma Dory!

Com o lançamento do filme Procurando Dory nesta quinta-feira, 30 de junho, uma campanha vem ganhando força nas redes sociais.

A campanha mostra os efeitos da compra dos animais que aparecem no filme, em especial do peixinho azul mais querido do mundo, a famosa Dory, da produção Procurando Nemo

tumblr_m9p4p13Ghr1r6g7wzo1_500

ESTREIA DE PROCURANDO DORY NO BRASIL GERA POLÊMICA NA INTERNET!

  • Depois de “Procurando Nemo”, as vendas do peixe-palhaço subiram 40%. De acordo com a Fundação de Conservação Salve Nemo, mais de 1 milhão de peixes-palhaço foram retirados de seu habitat natural e colocados em aquários a cada ano.
  • Diferentemente do peixe-palhaço, o Tang Azul, ou Cirurgião-patela (Dory), é incapaz de reproduzir em cativeiro.
  • A comercialização do Cirurgião-patela pode colocar a existência da espécie em risco, assim como afetar negativamente o ambiente natural no qual vivem. O peixe-palhaço já encontra-se próximo de ser uma espécia ameaçada de extinção.

giphy (2)

Fizemos uma seleção dos melhores comentários que apareceram em nossa página do Facebook. Vale a pena conferir:
c1 c2 c3

Assista ao filme, mas NÃO compre uma Dory!

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Não encontre uma Dory! 5


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Top

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.