Top

Veja uma réplica do martelo de Thor que só seu criador pode levantar

Mjölnir só pode ser erguido por quem é digno… de ter a impressão digital certa


Você se acha digno de empunhar Mjölnir, o martelo de Thor? Se a resposta foi sim, você está no mesmo time de um inventor americano, que resolveu criar sua própria versão do martelo de um dos heróis mais famosos da Marvel.

Um inventor americano decidiu fazer sua própria versão do martelo, mas utilizando eletroímãs, um transformador eletromagnético, um sistema Arduino e um scanner de impressões digitais no lugar de magia e do metal Uru, que só existe em Asgard. Dessa forma, ele faz uma bela homenagem à já citada cena, em que o personagem Tony Stark especula que a trava do martelo funciona através de uma espécie de leitor biométrico.

Depois de fazer todos os ajustes necessários, o programador leva seu martelo para as ruas e desafia os passantes a se mostrarem dignos dos poderes do Deus do Trovão. O resultado é um monte de gente suando a camisa, mas sem conseguir vencer as leis da Física que regem o eletromagnetismo. Isto é, a menos que se use um pouco de astúcia.

13125419242375

via TecMundo

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Veja uma réplica do martelo de Thor que só seu criador pode levantar 3


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Top

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.